Tuesday, October 03, 2006

Nas Aldeias Sós de Portugal!


Jean-François Millet
French Painter, 1814-1875


Quem me dera ser pastor
E ter apenas ovelhas para guardar.
Não ter problemas
Nem de horas nem de amor,
Ter apenas ovelhas com que me preocupar.

Quem me dera ser pastor
Numa daquelas aldeias sozinhas.
Onde não houvesse ninguém
Que soubesse o que é a dor:
Nem pastores, nem ovelhas, nem vizinhas.

Se há tanto pastor infeliz
Que habita só numa aldeia de Portugal,
Porque raio, logo eu,
Que queria ser pastor solidão,
Teria que morar na capital?

Era tudo o que queria
E não pedia mais nada.
Pois sozinho eu não poderia
Nem amar nem sofrer,
Nem magoar nem perder,
Nem sequer viver.

1 comment:

Tiago Bianchi said...

Bonito!
Isso de ter "apenas" ovelhas para me preocupar, só resulta se não formos como Aquele pastor que largava todas para ir em busca da ovelha perdida (tendo 100 ovelhas, larga 99 para salvar 1 ovelha tresmalhada).